sábado, 27 de março de 2010

Sorriso Ausente

[Trecho do poema...]

Eu não te conhecia,
nem mesmo sabia de tua existência,
mas a sua súbita partida
me fez parar,
parar por um momento
e lembrar que vivo num lugar
de desamor e seres doentes,
o que sempre procuro esquecer
para conseguir seguir em frente.

18/04/2008 - 22:34h
Poema dedicado à Isabella Oliveira Nardoni

segunda-feira, 22 de março de 2010

Inveja dos Anjos: O espetáculo de uma vida.


O teatro mais uma vez se faz presente na minha vida de uma maneira posso dizer até transcedental... o espetáculo "Inveja dos Anjos" do Armazém Cia. de Teatro veio no momento mais propício possível. Foram quase duas horas de uma troca formidável, me emocionei em muitos momentos, pois me via nas situações que os personagens viviam... enfim, tudo fazia um sentido absurdo. Isso sem falar no texto... o que era aquilo?... há muito tempo um texto no teatro não fazia sentido para mim, ultimamente quando assistia uma peça outros aspectos me chamavam a atenção, menos o texto... agora com "Inveja dos Anjos", o texto foi um ponto alto dentro de um conjunto de acertos do grupo na concepção como um todo. Muito merecidos os Prêmios Shell de Melhor Texto e o de Melhor Atriz para Patrícia Selonk.
QUERO ASSISTIR DE NOVO!

Recomendo: "Inveja dos Anjos"... do Armazém Cia. de Teatro. Leia a crítica que escrevi: http://laboratoriodacritica.blogspot.com/2010/03/inveja-dos-anjos-o-equilibrio-da.html

Veja esse vídeo abaixo com alguns momentos do espetáculo.
video

sexta-feira, 12 de março de 2010

Frase solta que vale guardar.

"em viagens incessantes por mim mesmo, descubro respostas curiosas à pergunta redefinidora; 'quem sou eu?', mas todas essas respostas não passam de esboços mal-feitos, tentativas frustradas de desenhar perfis incolores de alguém que realmente não se dá ao luxo de simplesmente existir." - Diego Lanza.

Frase inspirada na vida e obra de Clarice Lispector.

Eu preciso falar mais alguma coisa?

Nada de Insensatez!

Talvez seja o tempo de pensar, mas pensar anda me enchendo o saco. Como é insensato lidar com os sentimentos, os nossos sentimentos mais íntimos, isso me cansa de uma maneira muito profunda e nada reparadora. Talvez influenciando no meu ritmo normal de vida, fazendo tudo ficar mais lento, mais pesado... a paciência se esvai, mas eu continuo aqui, acordado... Sartre me entenderia agora. O inferno além de ser o outro também está dentro de cada um, isso é terrível, mas é a realidade... como eu lido com ela? Ah... mas aí é querer saber demais.

Até qualquer hora.

quinta-feira, 11 de março de 2010

Vai pro lixo agora.


Noite quente... muita coisa pra fazer, resolver...
Começei pelo guarda-roupa e principalmente pelos papéis... o que posso me desfazer agora? Ah... muita coisa... então que seja. Quero fazer a energia circular mais livre e transformadora na minha vida...
Vai pro lixo muita coisa que não me tem serventia nenhuma, será que devia ser sempre assim? Quando não tem utilidade vai direto para o descarte... mas com certeza algumas coisas na vida precisam ser assim, não tudo.

Ah... só vim deixar essa idéia mesmo!... "Antes de querer mudar o mundo, arrume o seu quarto."

Boa noite!
=]

segunda-feira, 1 de março de 2010

A Arte de Não Adoecer...

Por Dráuzio Varella

Se não quiser adoecer - "Fale de seus sentimentos"
Emoções e sentimentos que são escondidos, reprimidos, acabam em doenças como: gastrite, úlcera, dores lombares, dor na coluna. Com o tempo a repressão dos sentimentos degenera até em câncer. Então vamos desabafar, confidenciar, partilhar nossa intimidade, nossos segredos, nossos pecados. O diálogo, a fala, a palavra, é um poderoso remédio e excelente terapia.

Se não quiser adoecer - "Tome decisão"
A pessoa indecisa permanece na dúvida, na ansiedade, na angústia. A indecisão acumula problemas, preocupações, agressões. A história humana é feita de decisões. Para decidir é preciso saber renunciar, saber perder vantagem e valores para ganhar outros. As pessoas indecisas são vítimas de doenças nervosas, gástricas e problemas de pele.

Se não quiser adoecer - "Busque soluções"
Pessoas negativas não enxergam soluções e aumentam os problemas. Preferem a lamentação, a murmuração, o pessimismo. Melhor é acender o fósforo que lamentar a escuridão. Pequena é a abelha, mas produz o que de mais doce existe. Somos o que pensamos. O pensamento negativo gera energia negativa que se transforma em doença.

Se não quiser adoecer - "Não viva de aparências"
Quem esconde a realidade finge, faz pose, quer sempre dar a impressão que está bem, quer mostrar-se perfeito, bonzinho etc., está acumulando toneladas de peso... uma estátua de bronze, mas com pés de barro. Nada pior para a saúde que viver de
aparências e fachadas. São pessoas com muito verniz e pouca raiz. Seu destino é a farmácia, o hospital, a dor.

Se não quiser adoecer - "Aceite-se"
A rejeição de si próprio, a ausência de auto-estima, faz com que sejamos algozes de nós mesmos. Ser eu mesmo é o núcleo de uma vida saudável. Os que não se aceitam são invejosos, ciumentos, imitadores, competitivos, destruidores. Aceitar-se, aceitar ser aceito, aceitar as críticas, é sabedoria, bom senso e terapia.

Se não quiser adoecer - "Confie"
Quem não confia, não se comunica, não se abre, não se relaciona, não cria liames profundos, não sabe fazer amizades verdadeiras. Sem confiança, não há relacionamento. A desconfiança é falta de fé em si, nos outros e em Deus.

Se não quiser adoecer - "Não viva sempre triste"
O bom humor, a risada, o lazer, a alegria, recuperam a saúde e trazem vida longa. A pessoa alegre tem o dom de alegrar o ambiente em que vive. "O bom humor nos salva das mãos do doutor". Alegria é saúde e terapia.